20 de fev de 2013

Pintura Decorativa

1  - Preparo da madeira

Este é o primeiro post da série "Pintura decorativa em madeira". Cada semana terá um tópico no qual mostrarei a sequência que uso ao pintar um móvel. Começo pela limpeza e tratamento da madeira depois a preparação do fundo, o desenho do risco e outras. Tentarei explicar o melhor possível, mas em caso de dúvida ou necessidade de outros esclarecimentos e só perguntarem. Participem, perguntem e critiquem. Servirá para melhor ajustar o conteúdo.
Modelo de móvel com pintura decorativa

Escolhi a introdução do livro: “Initiation à la peinture sur bois” do meu professor, Jean-Pierre Besenval, para contar um pouquinho da historia desta arte tão popular no velho continente.  


 "A pintura decorativa em madeira teve início nos países frios do norte e leste europeu por volta do século XVIII. Naquelas regiões os invernos são muito rígidos, com temperaturas muito baixas. Os agricultores sem condição de trabalhar a terra, muitas vezes congelada, ficavam confinados em suas casas. Para passar o tempo eles pintavam seus móveis. Era também uma maneira de disfarçar a pobreza, embelezando a casa e os poucos móveis que possuíam. Como eram trabalhadores do campo sem meios para adquirir material usavam o que sobrava e o que tinham em mãos: farinha de centeio, leite, cerveja, ovos etc. Alguns destes produtos são usados até hoje, como a “caseína”, derivado do leite muito usado em tintas para pintura decorativa. Com o passar do tempo, alguns séculos, a técnica passa a ganhar admiradores entre os mais ricos, e é adotada por alguns pintores contemporâneos

Preparando a madeira


Primeira etapa para pintar um móvel: limpeza e tratamento da madeira.

Madeira em bom estado
Limpe bem toda poeira. Use uma escova ou lave com água e sabão, não deixar a madeira encharcar. Retire o excesso de água com um pano e deixe a peça secar bem em local arejado. Não coloque ao sol, pois corre o risco de rachar a madeira.
Caso o móvel seja envernizado e polido é necessário lixar para retirar a camada brilhante. Passe uma lixa média e depois uma fina sempre no sentido das fibras. Limpe o pó muito bem. Use um pincel ou escova para retirar o pó acumulado nos cantos.

Madeira em péssimo estado.
Siga os passos acima no referente à limpeza. Use massa de madeira pronta (encontrada em lojas de material de construção) para tampar  as falhas, fissuras e buracos. Deixe secar bem e em seguida lixe quantas vezes forem necessárias para ficar liso e no mesmo nível da madeira. As correções não devem aparecer. Comece com a lixa grossa ou média e finalize com uma fina. Se preferir trate somente o local onde fará a pintura do motivo, deixando o aspecto desgastado no restante do móvel. Limpe o pó muito bem, use um pincel ou escova para retirar o pó acumulado nos cantos.


Madeira encerada ou com laca.

No caso de madeira encerada, com laca ou verniz muito grosso, será necessário o uso de um produto decapante, encontrado em lojas de material de construção ou de tintas. Trabalhe sempre em local arejado e com luvas seguindo as instruções do fabricante. Após o uso do produto lave e deixe secar. Certifique-se que a cera ou laca foi retirada completamente, caso contrário a tinta não fixará e corre o risco da pintura descascar depois de seca. Lixe o móvel usando lixa média e depois fina. Produtos decapantes costumam deixar as fibras da madeira muito abertas, será necessário selar passando um verniz acrílico à base de água antes da pintura. Em seguida lixe levemente com lixa fina. Limpe o pó muito bem, use um pincel ou escova para retirar o pó acumulado nos cantos.


Madeira Bruta.

Lixar com lixa média e depois fina, quantas vezes for necessário para que não sinta as fibras ao passar a mão na madeira. Dê especial atenção às arestas, que devem ser suaves. Limpe o pó muito bem. Use um pincel ou escova para retirar o pó acumulado nos cantos.    


Obrigado pela visita e espero que tenham gostado. No próximo tópico falarei de Corantes Naturais.

7 comentários:

  1. Oi Regina!
    Adorei a sua ideia, e o seu post.
    Umas das coisas mais legais aqui - depois de conhecer pessoas especiais :) - é aprendermos em um clique!

    Muito legal!
    Eu juro que nem imaginava usar água + sabão!
    Gostei de aprender e conhecer mais.
    Parabéns pela ideia!
    Posso contar no resumo da semana?
    bjs

    Já esperando o próximo!:)

    ResponderExcluir
  2. Olá Maria,

    Que bom que gostou. Água e sabão é só o começo. Pode-se usar tanta coisa de casa que as vezes parece que estamos cozinhando!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi Regina,

    Estou adorando suas dicas, sempre quis trabalhar com madeira, mas achava muito dificil...
    Aguardarei as próximas aulas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. ADOREI!!!! Desculpe ter faltado na primeira aula, mas já me atualizei. Sou apaixonada por madeira. Sempre digo que se tivesse nascido homem seria marceneiro.

    Só preciso de espaço pra colocar a mão na massa. Aqui em casa não tenho condições pra isso. Então me contento com as pequenas peças.

    Esperando ansiosa a 2ª aula. Beijossss!

    Kaku

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kaku,

      Vou anular sua falta, rs, sou uma professora boazinha. O bom da pintura decorativa é que podemos em qualquer peça, pequena ou grande, na parede, nos armários o que importa é sair pintando! Aqui em casa quem comanda o martelo e o serrote sou eu! rs.
      beijo

      Excluir
  5. Olá! Encontrei você no blog da Maria e vim conhecer. Não sou arteira na arte com madeira, mas aprecio muito. Parabéns pelo belíssimo trabalho.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá, gosto muito de pintura em madeira e meu marido tem como hobby a marcenaria. Já fiz vários trabalhos mas vou acompanhar suas dicas pois sempre é bom aprender com outras experiências. Para tirar verniz de móvel antigo e deixar na madeira natural, "no osso", eu uso soda cáustica e sempre dá certo. Já estou seguindo.
    Bj...Bj
    artemadeiraevida.blogspot

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário